Enem 2020 registra 1,5 milhão de inscritos no primeiro dia

De acordo com o último balanceamento do Inep – Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, o Enem 2020 alcançou a marca de 1,5 milhões de inscritos em 24 horas. Além disso, vou informado que 92% das vagas Exame Nacional do Ensino Médio Digital já foram completadas.

Neste artigo vamos tirar muitas dúvidas dos candidatos que gostariam de se inscrever no Enem 2020, como por exemplo, diferença entre exame digital e impresso, requisitos para isenção e se ainda possuem direito à gratuidade do exame mesmo após o prazo.

As inscrições para o Enem 2020 vão até às 23h00min, conforme o horário oficial de Brasília, do dia 22 de maio.

Enem 2020 – Exame Nacional do Ensino Médio

Imagem Enem 2020 registra 1,5 milhão de inscritosMuitos estudantes querem saber, vai ter o Enem 2020? Conforme foi divulgado pelo Inep juntamente com o MEC – Ministério da Educação, vai ter o Exame Nacional do Ensino Médio. Contudo, algumas entidades estudantis entraram com uma liminar no STJ –  Superior Tribunal de Justiça solicitando o adiamento do exame. Todavia, as datas ainda estão mantidas.

Veja a seguir qual a diferença entre a prova digital e a regular:

  • Impressa: As provas serão aplicadas nos dias 1 e 8 de novembro. Será entregue um caderno de prova, onde deverá ser preenchido e feito somente com caneta esferográfica de cor preta conforme a regra feita de material transparente.
  • Digital: O Enem digital será on-line, contudo, o estudante não fará de casa. O estudante será destinado pelo Inep a um local de prova, basta levar o seu documento e uma caneta para preencher os seus dados de presença. Além disso, o exame digital só será aplicado em algumas cidades, clique aqui e veja todas elas. A prova será aplicada nos dias 22 e 29 de novembro.

Inscrição para o Enem 2020 – Como fazer

As inscrições para o Enem 2020 serão disponibilizadas até às 23h00min, conforme o horário oficial de Brasília, do dia 22 de maio. O exame não tem exigência de participação, ou seja, qualquer pessoa pode fazer.

O cadastro para o Enem 2020 só será feito através da internet, seja pelo endereço eletrônico https://enem.inep.gov.br ou pelo aplicativo “ENEM”. Primeiramente o estudante terá que informar o número do Cadastro de Pessoa Física – CPF e data de nascimento. Caso já tenha um cadastro no gov.br, basta apresentar apenas o CPF e senha.

No decorrer da inscrição o estudante terá que preencher algumas etapas. Serão na seguinte ordem, dados pessoais, endereço, atendimento especial, Língua estrangeira, ensino médio, NIS, questionário socioeconômico, dados de contato, município da prova e foto.

Para aqueles estudantes que não sabem o número do NIS – Número de Identificação Social poderá ser consultado no link https://meucadunico.cidadania.gov.br/meu_cadunico/. Serão exigidos apenas o CPF, nome completo, data de nascimento, nome da mãe e município.

Isenção do Enem 2020

Imagem Isenção do Enem 2020O prazo para solicitar isenção do Enem 2020 foi do dia 06 a 17 de maio, mas ainda tem chances de fazer o exame de graça? Conforme foi divulgado pelo Inep, as provas do Enem digital foram adiadas, pois estavam agendadas para os dias 11 e 18 de outubro.

Além disso, o órgão garantiu a isenção de todos os estudantes que possuem direito a gratuidade do exame.  A medida está contemplada nos editais nº 33 e nº 34, de 20 de abril de 2020, publicados pelo Inep no Diário Oficial da União do dia 22 de abril de 2020.

Assim sendo, mesmo que o estudante não tenha solicitado o pedido de isenção, o Inep irá avaliar o perfil de cada um. Eventualmente atenda a todos os requisitos o estudante não precisa pagar taxa de inscrição. Veja quem tem direito a gratuidade no exame:

  • Estejam cursando a última série do ensino médio no ano de 2020, em escola da rede pública declarada ao Censo da Educação Básica; ou
  • Tenha cursado todo o ensino médio em escola da rede pública ou como bolsista integral na rede privada. Além disso, tenha renda per capita igual ou inferior a um salário mínimo e meio; ou
  • Declare estar em situação de vulnerabilidade socioeconômica, por ser membro de família de baixa renda. Respeitando os termos do art. 4º do Decreto nº 6.135, de 26 de junho de 2007. Além disso, esteja inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), que requer: renda familiar per capita de até meio salário mínimo ou renda familiar mensal de até três salários mínimos.

Taxa de inscrição do Enem 2020

Visto que não atende a nenhum destes requisitos, o estudante terá que pagar a taxa de inscrição do Enem 2020, na qual será no valor de R$85,00. O pagamento poderá ser feito até o dia 28, será aceito em qualquer agência bancaria, casas lotéricas ou agências dos correios. Para gerar, basta entrar na página do participante clicar em “BETO” e em seguida “Baixe seu boleto”.

Eventualmente tenha algum problema, o Inep disponibiliza o telefone 0800-616161 para contato. Contudo, a ligação só poderá ser feita por telefone fixo.

A nota do Enem 2020 poderá ser utilizada com critério de avaliação para o Sisu – Sistema de Seleção Unificada, Prouni – Programa Universidade para Todos e Fies – Fundo de Financiamento Estudantil. Estes programas são destinados para o ensino superior.

Quer participar do grupo do whatsapp? Então “CLIQUE AQUI“. Além disso, disponibilizamos a página do Facebook Enem 2020 ou o Instagram Guia do Enem. Quer mandar bem no exame, então corre e já comece a estudar com a apostila digital, clique e conheça.

1 comentário em “Enem 2020 registra 1,5 milhão de inscritos no primeiro dia”

Deixe um comentário